A miomectomia é uma cirurgia para retirada de miomas uterinos (fibromas), preservando o útero, existem três (03) maneiras de se realizar a miomectomia, por: laparotomia, laparoscopia e videohisteroscopia.


Miomectomia por laparoscopia: A laparoscopia é indicada em casos de pequenos números de miomas, não volumosos e intramurais, subserosos e pediculados. São realizadas de 3 a 4 pequenas incisões menores que 1cm na parte abdominal, por onde passam uma microcâmera e os instrumentos necessários para remoção do mioma.
A laparoscopia é indicada também para tratamento de outras doenças, como: cistos ovarianos, endometriose e comprometimento das trompas de falópio. Procedimento realizado com anestesia geral, em ambiente hospitalar.
 
 
 

 
 
Miomectomia por Videohisteroscopia: É indicada para os miomas submucosos. Antes do procedimento, necessita-se de uma videohisteroscopia diagnostica para uma investigação previa da cavidade uterina para ter um diagnostico mais precisa. O medico introduz um estereoscópico pela vagina e retira o mioma, sem a necessidade de cortes.  Procedimento realizado com anestesia geral, em ambiente hospitalar.
 
 
  


Miomectomia por laparotomia: A cirurgia é semelhante a uma cesariana, onde é necessário realizar um corte na região da pelve até o útero, permitindo a retirada do mioma. Procedimento realizado com anestesia geral, em ambiente hospitalar.




Fontes:
* Eveline Linhares
* Henrique Elkis



 


Deixe um comentário