O endométrio é  a camada interna do útero, uma região muito vascularizada e cheia de glândulas.  É no endométrio que acontece o sangramento da menstruação.

A adenomiose é a presença de glândulas e tecido endometrial dentro do músculos que forma o útero, no miométrio. Na adenomiose, tova vez que a mulher menstrua, há sangramento na camada muscular do útero, causando irritação na mesma.

As causas ainda são desconhecidas,  algumas teorias sugerem que a doença tenha origem congênita, como se fosse uma má-formação do útero, pode ser uma doença adquirida ao longo da vida ou provocada por lesões no útero por conta de cirurgias.


 
 
Endométrio X Miométrio


Endométrio: É a parede interna do útero, é nela que o embrião se implante e onde se forma a placenta. Durante o ciclo menstrual, o corpo prepara o endométrio para uma possível gravidez, 7 dias antes da ovulação ocorrer, através de estímulos hormonais, o endométrio se transforma, ficando mais espesso e mais vascularizado, pronto para receber o embrião.  Se o ovulo não for fecundado, os hormônios para a proliferação do endométrio cessam e toda aquela parede espessa desaba, ocorrendo  a menstruação.
 
Miométrio: É a camada do útero onde só há musculo. Ele é responsável pela contração uterina durante o parto. Na menstruação, o miométrio também se contrai, ajudando a expulsar os restos de endométrio que desabou. Intensas contrações do miométrio são a causa das cólicas menstruais. 
 


Adenomiose  X Gravidez

Estão relacionadas pelo fato da doença causar a infertilidade, devido a dificuldade de fixação do embrião no útero. Quem tem a doença PODE engravidar! Geralmente ela é descoberta após uma gravidez devido ao estiramento uterino ou através de traumatismos no útero como curetagens e cesarianas.
A doença pode trazer riscos de aborto, por isso deve ter um acompanhamento com o ginecologista após descobrir a gestação.



Adenomiose X Endometriose

São doenças diferentes, porém estão relacionadas. A diferença é que a Endometriose é caracterizada pelo crescimento do tecido endometrial fora do útero, já a Adenomiose o crescimento do tecido endometrial é dentro da parede uterina.


Tipos de Adenomiose

* Adenomiose Localizada: Caracterizada pela presença de glândulas e de tecido endometrial localizado em uma determinada região do útero.
* Adenomiose Difusa: Caracterizada por varias glândulas e tecidos endometrial espalhados por toda parede uterina. 

A Adenomiose pode ser classificada em: Superficial, Intermediaria e Profunda.



Sintomas

* Aumento do útero, causando inchaço abdominal
* Cólicas menstrual intensa
* Infertilidade
* Aumento do fluxo menstrual
* Prisão de ventre / Dor ao evacuar
* Aumento do fluso menstrual

Obs.: Algumas mulheres podem não apresentar os sintomas da doença.



Diagnóstico

Pode ser feito através da observação dos sintomas, mas só é confirmado com exames de imagens, ultrassom transvaginal, ressonância magnética da pelve e histeroscopia diagnostica.



Tratamento

Pode ser feito de acordo com os sintomas da doença.
* Uso de anticoncepcional com progesterona
* Analgésicos ( Para alivio da dor)
* DIU
* Implante Subcutâneos
* Laparoscopia
* Histerectomia total (Retirada do útero)  



Fontes

* MD Saúde
* Tua Saúde



 


Deixe um comentário