TROMBOFILIAS HEREDITÁRIAS

Resultam da deficiência de componentes que fazem parte do sistema de coagulação. Estão associadas com o tromboembolismo venoso e adversidades durante a gravidez. Estão incluídos nesta categoria:

- Fator V de Leiden
- Mutação do gene da protrombina (fator II- G20210A)  
- Deficiência da Antitrombina III  
- Deficiência da proteína C
- Deficiência da proteína S
- Mutação do gene da metilieno tetrahidrofolato redutase – C677T - (MTHFR)
- Aumento do fator VIII (estudos recentes)
- Aumento dos fatores IX e XI (estudos recentes)
- Fator XIII (Fator XIII Val-34-Leu) – estudos recentes
Polimorfismo no gene beta-cistationina sintetase
- Hiperhomocisteinemia
ESTUDO DO POLIMORFISMO 4G/5G DO PAI-1 (exame recente)
- Níveis elevados do Fator de von Willebrand (F vW) – ainda em estudo




TROMBOFILIAS ADQUIRIDAS

- Anticoagulante lúpico
- Anticorpos anticardiolipina
- Anticorpos antifosfatidilserina   
- FAN (fator antinuclear)
-  Anticorpos anti- beta-2-glicoproteína 1
- Anti-fosfatidil-etanolamina



Um Comentário

  1. Eu tenho 2 trombofilias hereditárias, Fator V de Leiden e Gene da Protrombina.

    ResponderExcluir