A perda de uma gravidez é um evento traumática e abala muito o emocional da mulher, mas quando o aborto é uma perda precoce, tudo pode parecer confuso, não importa quando ocorre um aborto, mas todos os sentimentos da mulher são válidos.

Gravidez Química: Também é chamado de aborto precoce, acontece em cerca de 15% de todas as gestações, são detectadas por testes de gravidez ou exame  de sangue, mas as gravidezes termina antes que eles possam ser detectados por meio de ultra-som. Na gravidez química acontece a concepção, mas a gravidez não se desenvolve após a fase em que um saco gestacional podem ser visualizadas através de ultra-som. A perda acontece antes mesmo do ovo chegar ao útero. Depois que a gravidez uterina é confirmada por meio de ultra-som é chamado de gravidez clínica.



Sintomas da Gravidez Química: Sangramento vaginal ou Spotting; dores e/ou dor nas costas, náuseas, fadiga, dor abdominal. Exames de sangue e urina podem mostrar que tem hormônio hCG no sangue/urina. Algumas mulheres podem não apresentar nenhum dos sintomas físicos. O ciclo menstrual da mulher retorna após a diminuição dos níveis de hCG no sangue.  
Mesmo sendo uma gravidez química, ainda é um aborto e é normal a mulher sentir fortes emoções sobre sua perda. Muitas vezes não é necessário fazer uma dilatação ou/e curetagem, mas se caso for necessária o médico irá administrar a anestesia geral ao paciente e o útero será dilatado para remover os restos de gravidez. Após esse procedimento a paciente vai sangrar por alguns dias e poderá ter cólicas também, alguns médicos aconselham esperar pelo menos 3 meses para o corpo se recuperar e se preparar para uma nova gravidez. 
Fontes:
Emaxilab
Centro de artigos









Deixe um comentário