Se após 1 ano de tentativas o casal não conseguir engravidar, uma investigação de infertilidade conjugal poderá ser feita através de alguns exames específicos! PARA O CASAL: 
- Prova Cruzada (CrossMatch) - Pesquisar do fator imunológico - Tipagem sanguinea: ABO e RH - Cariótipo de sangue periférico com bandas - Sorologias para HIV I e II, HTLV I e II - Pesquisa de Hbs Ag e Anti-HCV - Sorologia para Chagas e Sífilis (VDRL) 
PARA ELA: - Pesquisa de anticardiolipina e anticoagulante lúpico - Fator Antinúcleo (FAN) - Antiperoxidase, tireoidiana e antitireoglobulina - Pesquisa de Mycoplasma e Chlamydia no colo uterino - Pesquisa de Streptococus beta hemolítico no colo uterino e na secreção vaginal - Sorologia para toxoplasmose e citomegalovírus - Prolactina Sérica - Glicemia de jejum e pós-prandial - TSH e T4 livre - Teste de Coombs Indireto - Dosagens de antitrombina III e das proteínas C e S - Dosagens de células NK (CD-3, +16, +56) - Pesquisa da mutação do gene do fator V de Leiden Pesquisa da mutação G20210A do gene da protrombina Pesquisa da mutação C677T e A1298C do gene da metileno tetrahidrofolato redutase - Ultrassom transvaginal - Histeroscopia (Este exames verifica a parte inferior da cavidade uterina) - Histerossalpingografia (Avaliação tubária, pois dependendo do caso, existe correção sem necessidade de FIV, podendo optar por IA que é bem mais simples) - Teste do cateter (Consiste em similar um procedimento de transferência embrionária (FIV) ou inseminação artificial (IA). O objetivo é avaliar o trajeto do canal do colo do útero e a profundidade do útero, pois no dia da transferência, caso o cateter esbarre no canal ou no fundo do útero pode ocorrer sangramento. O sangue contamina o interior da cavidade uterina e prejudica bastante a nidação) 
PARA ELE: - Espermograma - Ultrassom dos testículos com doppler (para descartar varicocele)
 


Ha muitos testemunhos de mulheres que conseguiram positivo após o tratamento de Fertilização In Vitro associado a alguns alimentos. Então resolvi preparar uma listinha com todos eles. Vale a pena conferir e acrescentar na sua alimentação. Ao iniciar os medicamentos, inclua na sua alimentação os seguintes alimentos: 






- Brócolis 
- Couve-flor 
- Espinafre 
- Inhame 
- Soja 
- Água (Tome MUITO líquido) 
- Água de coco 
- Leite de soja 
- Sucos em geral (Cuidado com as frutas por causa dos agrotóxicos) 
- Gelatina 
- Ovos (Principalmente claras) 
- Albumina (Clara de ovo desidratada batida com suco ou água de coco) 
- Peixes (os de baixo teor de mercúrio) 
- Carne vermelha (Contém muita proteína) 
- Legumes variados e Verduras orgânicas (Sem agrotóxicos) 
- Frutas variadas 
Obs.: Tomar Ácido Fólico - Ele é fundamental para o desenvolvimento do feto, pois reduz 95% o risco de defeitos no tubo neural, responsável pela formação da medula espinhal e do cérebro.
Coisas e alimentos que você deve EVITAR
- Bebidas alcoólicas  
- Fumo 
- Sal em demasia (durante o tratamento é comum que haja retenção de líquidos e o sal contribui para o aumento da retenção hídrica) 
- Embutidos (presunto, carnes de porco, linguiças, salsichas, etc) 
- Coca-Cola, café, chá preto, chocolates e tudo que contenha cafeína 
- Cuidado com os adoçantes artificiais (Dê preferência aos naturais como a Stevia, tem que ser Stevia pura, sem ciclamato, sacarina ou aspartame). 
- Carnes cruas 
A partir do início do tratamento com os medicamentos injetáveis até o dia do Beta HCG ficam PROIBIDOS
- Pintura dos cabelos e tratamentos químicos como alisamentos, escova progressivas, etc. 
- Esclerose de varizes 
- Tratamentos dentários 
- Atividades físicas como ginástica, musculação, Spinning e exercícios pesados 
- Cremes e ácidos faciais 
- Massagens e drenagem linfática 
- Sauna, ofurôs, piscina, praia e hidromassagens 
- Evitar exposição ao sol em demasia 
- Se for andar de avião, consulte o seu médico.





















Nesse post mostrarei a gravidez semana a semana no 1º trimestre! 

2ª Semana : Tudo começa cerca de duas semanas depois do início da menstruação, quando a mulher ovula, dando a chance para um espermatozoide alcançar o óvulo.3ª Semana: Será que já tem alguma coisa acontecendo dentro do útero? Na verdade, muita! Neste momento, seu futuro bebê é uma minúscula bolinha formada por centenas de células que se multiplicam freneticamente. Quando essa bola de células (blastocisto) se assentar em seu útero, a parte dela se transformará na placenta e vai começar a produzir o hormônio da gravidez (gonadotrofina coriônica humana, hCG). Esse hormônio avisa aos ovários para pararem de liberar óvulos e provocar um aumento da produção de estrogênio e progesterona (que impedem o útero de descascar sua parede e estimulam o crescimento da placenta). 4ª Semana: O aglomerado de células agora é chamado de embrião, ele é do tamanho de um caroço de maçã. Ele se divide em camadas, que mais tarde vão formar órgãos e tecidos. O tudo neural, a partir de onde vão brotar o cérebro, a espinha dorsal, a médula espinhal e os nervos se desenvolve na camada superior. O coração e o sistema circulatório começam a aparecer na camada do meio. Ao mesmo tempo, já estão funcionando uma primeira versão da placenta, as vilosidades coriônicas e o cordão umbilical, que leva nutrientes e oxigênio para o bebê. Se você ainda não confirmou a gravidez pode fazer um teste de farmácia ou um exame de sangue para detectar a presença do hCG.5ª Semana: Pode ser que você ainda não pareça nem um pouco grávida, mas o coração do seu embrião já começou a bater e a bombear sangue. O coração está se dividindo em câmaras e logo assumirá um ritmo regular. O embrião em si tem cerca de meio centímetro e parece mais um girino que um bebê. Os órgãos, como os rins e o fígado começam a crescer. O tubo neural, que liga o cérebro e a medula espinhal, vai se fechar nesta semana. Começam a brotar os membros superiores e inferiores do embrião, botõezinhos que darão origem aos braços e às pernas do bebê. Os intestinos estão se desenvolvendo e o apêndice está no lugar. Os traços faciais já começam a se desenvolver esta semana. As narinas se diferenciam e a primeira versão da retina, nos olhos, está em formação. 6ª Semana: O embrião está do tamanho de um grão de lentilha esta semana. Se você conseguisse enxergar dentro da sua barriga, veria que o feto tem uma cabeça desproporcionalmente grande em relação ao corpo. Os traços faciais estão formado e há manchas escuras no lugar dos olhos, aberturas onde ficarão as narinas e pequenas saliências marcando as orelhas. Os brotos do que no futuro serão os braços e as pernas estão ainda mais evidentes. Uma das novidades é o crescimento da hipófise e das fibras musculares. Ainda não dá pra ouvir, mas o coração está batendo num ritmo de 150 bpm. O embrião começará a se mexer no final dessa semana, mas você não sentirá.7ª Semana: O embrião agora tem aproximadamente 1,25 cm, mais ou menos do tamanho de uma uva, desenvolveu os dedos das mãos e pés, ainda ligados entre si por uma leve membrana. Ele se mexe o tempo todo e pula pra lá e para cá. O fígado produz grandes quantidades de glóbulos vermelhos de sangue, até que a médula óssea se forme e assuma essa função. Agora, os dentes e o palato estão se formando e as orelhas continuam se desenvolvendo. A pele do feto é finíssima e dá para ver claramente as veias. Nessa fase algumas mulheres reclamam das dores e dos incômodos comuns da gravidez, enjôos causados pelos hormônios da gravidez que circulam pelo corpo. É provável que esteja fazendo xixi com mais frequência que o normal, seu útero está crescendo e pressionando a bexiga e os hormônios estão afetando o equilíbrio dos líquidos do corpo.8ª  Semana: Parabéns!! Seu embrião foi promovido a feto. Seu útero está crescendo para acomodar o novo hóspede, que agora mede em torno de 1,6 Cm. Várias mudanças acontecem esta semana, a cauda embrionária desaparece e todos os órgãos, músculos e nervos estão começando a funcionar. As mãos já se flexionam no punho e os pés começam a perder a aparência de pé-de-pato. As pálpebras começam a cobrir os olhos. Sua silhueta também está mudando com a gravidez. É possível que seus seios tenham aumentado tanto que já seja necessário um sutiã novo. Sua cintura pode já estar alargando e você vai ter que arquivar a calça jeans favorita até o ano que vem. Você deve beber bastante água para que o cálcio e o fósforo se fixem adequadamente nos ossos e dentes do bebê.9ª Semana: No final dessa semana seu feto terá aproximadamente 2,3 cm e 2 gramas de peso e as estruturas internas dos ouvidos estão concluídas. Os pulsos estão mais desenvolvidos, os tornozelos já se formaram e os dedos das mãos e pés são claramente visíveis. Os braços vão ficando mais compridos e já se flexionam nos cotovelos. Embora ainda não dê para identificar o sexo do bebê, os órgãos genitais começam a se formar. A placenta já se desenvolveu o suficiente para assumir a produção dos hormônios. Com 9 semanas completas, você poderá ter alterações no humor, mas é normal e deve continuar por toda a gravidez, um dos motivos são os hormônios que circulam no seu corpo.10ª Semana: O feto tem apenas 3 cm do alto da cabeça até o bumbum e pesa menos de 4 gramas. Mesmo tão pequeno, engole líquido e dá chutes o tempo todo. Todos os dias surgem detalhes como unhas, cabelo e penugem. Os órgãos vitais, como fígado, os rins, o cérebro e os pulmões estão totalmente formados e já funcionam e a cabeça tem quase metade do comprimento do corpo inteiro. A testa ainda está saltada, mas logo vai assumir uma forma humana. Os nervos se expandem a partir da medula espinhal. Seu útero está do tamanho de um mamão papaia pequeno. Com a ajuda de um doppler na ultrassom dá pra ouvir as batidas rápidas do coração do feto.11ª Semana: Do alto da cabeça até o bumbum o feto tem 4 cm e o corpo esta todo formado, desde os dentes até as unhas dos pés. Seu bebê leva uma vida agitada, dando chutes e se esticando, os movimentos são tão fluidos que parecem um balé aquático. Os dedos das mãos e pés já se separaram totalmente. A principal tarefa do feto durante os próximos meses é crescer e se fortalecer até ser capaz de sobreviver por conta própria fora do útero. Talvez seu médico sugira que você faça o exame de Translucência Nucal, por ultrassom, para detectar sinais de problemas genéticos. Esse exame é feito da 11ª a 14ª semana de gestação e os resultados são avaliados em conjunto. Seu útero já está acima dos ossos da pelve e o médico já consegue senti-lo num exame externo.12ª Semana: O rosto do seu bebê começa a ter uma aparência mais humana, embora ele tenha apenas 5,5 cm e pese menos de 15 gramas. Os olhos, que ficavam nas laterais da cabeça, já se aproximaram um do outro. As orelhas estão quase na posição normal. O fígado produz bile e os rins secretam urina na bexiga. O feto se mexe se alguém cutuca sua barriga, mas você não consegue sentir os movimentos. As células nervosas fetais se multiplicam rapidamente e as sinapses estão se formando. O médico já consegue sentir a parte superior do útero, também chamada de fundo uterino, na parte de baixo da barriga. Os enjôos podem passar e o apetite voltar.13ª Semana: O feto está com quase 8 cm e 25 gramas, mais ou menos do tamanho da metade de uma banana. Ele já tem impressões digitais.  Se estiver grávida de uma menina, ela já possui cerca de 2 milhões de óvulos dento dos ovários e quando nascer esse número será diminuído para 1 milhão. Ainda faltam meses para o parto, mas seus seios podem já ter começado a produzir o colostro, um líquido amarelado e meio transparente que vai alimentar o bebê nos primeiros dias, antes da descida do leite. Agora você finalizou o primeiro trimestre... Em breve voltei a falar do segundo trimestre! Beijos lindas!























Para quem está há meses ou anos na luta para ter um filho não é fácil... Exames e mais exames feitos, tratamentos e nada acontece, sem contar que a cada mês a Dona Ansiedade vem nos visitar!!  As vezes a vontade de  engravidar é tanta que muitas mulheres mudam a rotina, pensamentos... Mas não é nenhum exagero, como muitas pensam! Só quem sabe o que é isso é quem está passando por esse problema!  Muitas não fizeram muitos exames e não tem diagnósticos de nenhuma doença, outras fazem diversos tratamentos e não chegam a gravidez. O que muitas não percebem é que as tentativas virou prioridade mais que qualquer coisa na sua vida, você deixa de ser prioridade e passa a ser coadjuvante dentro de si mesma, tudo fica em segundo plano, inclusive a parte mais importante para te ajudar a alcançar o teu objetivo, seu companheiro. Não estou falando pra você desistir do seu sonho de ser mãe, mas o fato é que você deixou a ansiedade te dominar!  Então mande esse mal embora da tua vida!! Na bíblia diz: "Quandod a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma." Salmo 94:19 Então queridas, quando a ansiedade aparecer, ora a Deus, ele pode acalmar teu coração, sei que ela é inevitável, pois nesses 6 anos de tentativas ela tem me acompanhado! "Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em próprio entendimento, reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas!" Provérbios 3:5-6 Então não exite em chamar o Senhor, ele conhece teu coração, teus sonhos, medos e anseios melhor do que você mesma!!  Ore e clame a Deus para que ele acalme seu coração... Lembre-se que Deus trabalha em silêncio!! Pra nós pode até está demorando, mas ele está apenas caprichando!!  Que tal procurar um hobby? Cuidar mais de você? Praticar um exercício?  Fale com seu médico sobre fitoterápicos para a ansiedade!! Seja feliz e otimista... Procure mais a Deus, ele sim sabe de tudo!! Leia a bíblia, ela tem respostas para tudo... E acalme seu coração nas promessas de Deus...  "Por isso não temas, pois estou com você, não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei, eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa." Isaías 41:10. Então lembrem-se lindas: A vitória em Deus é CERTA!! Blog Mãe a flor da pele 



















Há várias questões que deverão ser analisadas e investigações a ser feita antes que o seu médico responda esta pergunta. Pode ser várias causas, como: Falhas na implantação, embriões ou até mesmo problemas imunológicos.  - Endométrio ou Útero: Antes mesmo do procedimento de FIV é necessário fazer uma investigação da parte interna do útero, o exame mais indicado é a Histeroscopia Diagnostica, nele irá verificar se a mulher tem: pólipos, mioma, endometrite, presença das células NK, ou aderências. Investigação de hidrossalpinge que pode ser feita na histerossalpingografia. - Sistema Imunológico: Eles são responsáveis pelas falhas de implantação e abortos em repetição. Alguns dele é o CrossMatch alterado e as Trombofilias. CrossMatch: O corpo possui a possibilidade de expulsar um corpo estranho e o embrião pode ser tratado como tal, pois é feito com 50% do DNA do pai, que pode ser estranho no corpo materno e o corpo materno deve produzir um anticorpo protetor que protegerá o embrião e impede a rejeição do mesmo. Quando esse anticorpo não é produzido o corpo da mãe acaba expulsando o embrião. Essa falha é detectada no exame de CrossMatch e a imunização é feita com vacinas linfócitos partenos injetadas na mãe, são realizadas de 2 a 3 aplicações no intervalo de 3 semanas entre elas. Ao término é repetido o exames de CrossMatch que deverá dá positivo.  Trombofilias: Provocam alterações na coagulação sanguínea. A coagulação pode provocar tromboses que são capazes de impedir a implantação e er abortos em repetição. Os exames que podem detectar a trombofilia são os seguintes: Anticorpo Antifosfolípides, Anticorpo Antifosfatidil (IgG, IgM e IgA), Anticorpo Antitireoideanos, Anticorpo Antinucleares, Células NK, Anticorpo Antiespermatozoide, Fator V de Leiden, Antitrombina III, MTHFR, Protrombina Mutação, Homocisteína, Proteína S, Proteína C, Beta 2 Glicoproteína I. Havendo a alteração a mulher deverá ingerir AAS ou heparinas durante o tratamento. 
- Endometriose: A endometriose pode alterar alguns exames como a Prolactina, provoca alterações imunológicas (na células NK), interfere na receptividade do endométrio, aumenta as chances da abortos. - Embriões: A causa pode ser alterações cromossômicas que impedem na implantação, principalmente em mulheres acima de 40 anos, mas isso não é causa repetitiva. As alterações mais comuns são as inversões e translocações cromossômicas. O exame o poderá ser detectado essas alterações cromossômicas é o Cariótipo que tem que ser feito pelo casal. Também leva-se em conta se o homem tem baixa contagem de espermatozoides, pois apresenta maiores chances de ter anormalidades cromossômicas. 
- Nível do progesterona no dia do Beta HCG:  A progesterona é o hormônio chave para a implantação do embrião no útero e a evolução da gravidez. Então se a mulher tiver deficiência da progesterona poderá ter problemas na implantação, então terá que fazer um tratamento com progesterona em capsulas ou injetável (depende do caso).  





Fonte: IPGO














Meninas,  
hoje o post é sobre aplicativos que podem ser baixados no celular, esse aplicativos são conhecidos como calendário menstrual, ele acompanha seu ciclo,calculam o período fértil, temperatura basal, fluxo da menstrual, o uso de medicamentos, dia dos namoros, entre outras coisinhas. Então vou indicar alguns apps pra vocês!!  Pra baixar no seu celular, basta acessar o ícone do Play Store no seu celular e buscar o aplicativo com o nome do aplicativo. Ex:Wmanlog.




Wmanlog
















Period Tracker














Period Calendar












Menstrual Calendar















LoveCycles


Algumas doenças que dificultam que o casal engravide: 
Miomas uterinos - Tumor benigno que se localiza no útero, atinge mulheres em período reprodutivo, um dos sintomas é o aumento do fluxo menstrual e dores. Ele pode ser diagnosticado através de uma ultrassonografia, pode ser tratado com anticoncepcionais ou removido cirurgicamente. 
Idade: Aumenta o risco da mulher acima de 35 anos ter um filho com síndrome de Down ou com anomalias cromossômicas, diminui a reserva ovariana e complicações na gestação. 
Obstrução Tubária: Podem ser causadas por endometriose, aderências que dificulte o transporte do óvulo até o útero. O tratamento indicado será cirúrgico.
SOP: A síndrome dos ovários policísticos é provocada pela alta produção de andrógenos (hormônios masculinos), esse desequilíbrio pode afetar a fertilidade. O diagnostico pode ser feito através de ultrassonografia, o tratamento pode ser feito com anticoncepcional, clomifeno (indutor). 

Varicocele: É a dilatação das veias do testículo, pode-se ocorrer alteração na qualidade e quantidade da produção dos espermatozoides, diagnosticado através de ultrassom e o tratamento é cirúrgico e com medicamentos. 

Menopausa precoce: É o término do funcionamento ovariano, os motivos são variados (genéticos, imunológicos ou por conta de tratamentos de quimioterapia ou radioterapia), os sintomas são os mesmo da pré-menopausa, onde a mulher deixa de produzir quantidades ideais de hormônio feminino. O tratamento será feito a base re reposição hormonal via oral de estrogênio e progesterona. 

Endometriose: A camada interna do útero (endométrio) que aparece em locais fora do útero, as causas podem ser genéticas, hormonais ou imunológicas. Geralmente os sintomas é as cólicas intensas e dificuldade para engravidar. O tratamento pode ser feito com anticoncepcionais (suspendendo a menstruação), laparoscopia. 

DST: As doenças sexualmente transmissíveis (Gonorreia / Clamídea) podem causar a infertilidade, elas podem causar aderências nas trompas, ovários e útero, dificultando que o óvulo fecundado chegue ao útero.  

Anomalias no cariótipo: Cariótipo é a analise dos 46 cromossomos que nós possuímos nas células do corpo. A alteração no número ou na estrutura dos cromossomos está associado com insuficiência prematura do ovário, disfunção ovulatória, anomalias do desenvolvimento embrionário, falhas de implantação, abortos em repetição e anomalias fetais. 

Patologia Uterina: 
- Fibromiomas: São tumores benignos do miométrio uterino, pode impedir a gravidez por ocupação do espaço, dificulta na implantação e pode induzir o aborto. 
- Pólipos: Tumores benignos no endométrio, geralmente causam hemorragias, impedem a implantação e causam inflamação e pode induzir o aborto. 
- Endometrite: Infecções silenciosas do endométrio, causadas por bactérias de transmissão sexual ou pós-curetagem. Dificulta na implantação e pode induzir o aborto. 
- Sinéquias: São aderências no endométrio, causada por infecções ou curetagem. Dificulta na implantação e pode induzir o aborto.  

Causas desconhecidas: Alguns casais não apresentam doenças, mas mesmo assim são inférteis, por conseguir chegar a gravidez.
MITO: Tomar anticoncepcional por muito tempo deixa a mulher infértil.  
O anticoncepcional é um dos aliados para as mulheres que tem endometriose, para que ele não menstrue. Ele também é ótimo aliado para tratamentos de cistos, sop e outras doenças.