Olá, me chamo Katya, tenho 28 anos, sou casada a 4 anos, mas estamos juntos a 9 anos, meu marido se chama Anderson, tem 34 anos. A 5 anos e meio decidimos morar juntos e desde então deixamos de nos cuidar... Em outubro de 2008 fiquei grávida e tive um aborto espontâneo em novembro. Todo ano passava por Go e faziam exames que estavam tudo normal, mesmo eu tendo dores horríveis todo mês, fluxo intenso de 6 a 7 dias. Em 2010 em uma us de rotina foi descoberto um cisto no ovário esquerdo, que os médicos diziam ser hemorrágico, comecei com o AC para tratar esse cisto, porém não tive resultados. Então comecei a passar de médico em médico para ter outras opiniões, até que em 2011 diagnosticaram com endometrioma. Nesse tempo todo ainda tentava engravidar, consegui algumas vezes e antes de 5 semanas abortava. Meu marido também fez vários exames, os médicos falavam também está normal, até que a médica diagnosticou com baixa produção de espermatozoides e nos encaminhou para um urologista, que acabou nem querendo tratá-lo e nos aconselhou a procurar especialistas em infertilidade. Começamos a buscar por respostas e através de vários exames e fui diagnosticada como portadora de endometriose e hipotireoidismo. Meu marido com baixa produção e qualidade de espermatozoides, com menos de 1 milhão com apenas 14% considerados bons e uma falha no DNA. Então partimos para nossa primeira FIV em outubro de 2011, morávamos no litoral de SC e viajávamos dia sim dia não para Curitiba. Conseguimos nosso positivo e mais uma vez o bebê parou de desenvolver antes de 5 semanas. Depois disso começamos um tratamento com vitaminas, após 6 meses meu marido teve uma boa melhora, passou para 7 milhões com 20% de espermatozoides bons. Eu passei por uma especialista em endometriose que resolveu que seria melhor fazer uma videolaparoscopia, que foi realizada em 2012 para a retirada do endometrioma e dos pequenos focos nos ligamentos do útero, um mês depois da cirurgia partimos para a segunda FIV, não tivemos sucesso, porém ficaram 3 embriões congelados. Ao mesmo tempo dessa ultima FIV saiu a transferência do meu marido para Curitiba, então resolvemos fazer primeiro a mudança e nos estabelecer na cidade para depois fazer a TEC ( Transferência dos embriões congelados). Final de janeiro de 2013 começamos a nos preparar para a TEC, no dia 04/02 fiz a transferência de 03 blastocistos e no dia 18/02 tive meu positivo!! Com beta de 680 mUI e uma semana depois o beta subiu para 12.400 mUI, ainda estou meio anestesiada, pois posso está grávida de gêmeos! Com tudo isso aprendi e digo a todas: Jamais desista de lutar pelo seus sonhos, por mais que te digam que você está louca e obcecada por ele. Deus tem sabe dos teus planos, mas precisamos correr atras e não ficar esperando que tudo caia em nossas mãos. Deus não planta um sonho em nosso coração sem que ele planeje realizá-lo.
Mensagem para a Katya: Concordo com vc, Katya!! Deus conhece nosso coração, nossos sonhos, nossos medos e ele com certeza não colocaria um sonho no nosso coração, sendo ele impossível!! 
Fiquei muito feliz pelo seu positivo!! Passamos juntas pela mesma esperar e ansiedade para fazer o beta e hoje estamos grávidas e felizes!!! 
Que Deus possa está abençoando essa sementinha que cresce ai, alias, as sementinhas!!! Feliz demais por vc! 
Beijos






Um Comentário

  1. Nossa Katya fiquei arrepiada com a sua historia e vc disse tudo Deus não planta um sonho em nosso coração sem que ele planeje realizá-lo. achei lindo amiga e parabéns mais uma vez pela sua gestação bjs♥

    ResponderExcluir