Oi amorecas,
 
Amanhã (31/12/2012) é o dia de ir buscar as medicações no consultório da Go e fazer uma ultra pra saber  se tá tudo certinho comigo, apesar de já ter feito uma ultra na sexta feira.
 
 
 
Nesse post vou mostrar quais medicações que irei usar no procedimento.
Inicialmente usarei o medicamento injetável Gonapeptyl, ele é aplicado na barriga, subcutânea.
Este medicamento custa em torno de R$ 250,00.
 


 
Após o uso do Gonapeptyl, iniciarei com Puregon... Assim que menstruação descer!
O Puregon custa em torno de R$750,00 cada ampola, usarei em torno de 5 ampolas na FIV.
 
 
Após o uso do Puregon, será usado o Ovidrel para romper os foliculos e liberar o óvulos.
O Ovidrel custa em torno de R$250,00.
 

 
Como sou portadora de trombofilia logo após a transferência dos embriões terei que usar a Heparina, usarei da marca Versa.
Cada injeção preenchida custa em torno de R$ 40,00.
 
 
  As injeções subcutânea é aplicada na barriga, quatro dedos ao lado do umbigo.
 
 
 
Segue um vídeo explicando como é feito o procedimento da FIV. 
 
 
 
 
Bom, é isso!! Qualquer novidade passarei aqui pra contar a vcs.
E qualquer dúvida estou ha diposição!!
 
Beijinhos!!



Bom gente,

Como havia dito, no início do ano fiz o ciclo com o Coito Programado! Agora eu vou relatar como foi o procedimento!!

 
 
O coito programado é simplesmente namoros programados, com a  ajuda de medicamentos para induzir a ovulação e acompanhamento do ciclo com ultrassons.
 
Antes do coito programado fiz três ciclos com Indux, porem eles deixaram meus ovários cheios de cistos e não consegui ovular com ele. Então minha ginecologista indicou o coito programado.
Agora vou relatar como foi o procedimento...
 
 
Assim que a menstruação desceu fiz a primeira ultrasson pra saber se tava tudo certo, no segundo dia do ciclo comecei a tomar o Puregon.
 
 
Nesse ciclo, utilizei 02 caixas de Puregon 600 UI, cada caixa custou na época em torno de R$750,00.
 
Depois de ter tomado o puregon e feito o acompanhamento do ciclo com as ultras, eu estava com 02 foliculos dominantes no Ovário direito e 01 no Ovário esquerdo.
 
Então chegou a hora de tormar o Ovidrel ( o Ovidrel ele faz com que os foliculos rompam e liberem os óvulos, ocorra a ovulação)
 
 
Nesse ciclo, utilizei 01 caixa de Ovidrel, que custou na época em torno de R$250,00.
 
 
Após tomar o Ovidrel foi indicado que namorasse em dias alternados durante o tempo que ginecologista disse! Então fiz tudo direitinho, conforme indicado!! E que iniciasse a utilização do Versa (heparina) por conta da trombofilia.
 
 
 
Na última ultrasson, foi visto que eu tinha ovulado e agora era só esperar o dia do beta! Pois tinha feito TUDO direito, mas infelizmente deu negativo, mas continuei na luta!!
 
 
' Um dia Deus fará meu sonho virar realidade... '
 

 





Oi gente,
Hoje começo a relatar a minha história rumo a FIV, como tudo começou, por que a FIV...



 
Sou casada há 5 anos com Pedro e venho tentando engravidar há 5 anos... Em janeiro de 2011 comecei a fazer um acompanhamento com a Dra. Altina Castelo Branco, ela me passou vários exames, inclusive a temida histerossalpingogragia.

 
No resultado da histero notou-se que a trompa direita era posicionada crânio-lateral (inclinada para cima) então fui encaminhada para uma videolaparoscopia para corrigir a trompa, mas a go deixou claro que esse não era o motivo por não conseguir engravidar.  Fiz a videolaparoscopia no dia 07/07/12, a cirurgia durou cerca de 4 horas, mas tudo ocorreu bem, durante a cirurgia foi diagnosticado focos de endometriose e durante a mesma os focos foram cauterizados. Após 1 mês de repecuperação já fui liberada para voltar aos treinos com a ajuda do Indux para induzir a ovulaão durante 3 meses. Mas infelizmente não consegui. Então decidi ficar alguns meses tentando naturalmente. Nesse período fiz outros exames onde foi diagnosticado a trombofilia, eu su portadora da mutação C677T no gene da enzima Metileno Tetrahidrofolato Redutase (MTHFR), homozigoto (quando é hereditário, de família) terei que tomar heparina durante toda gravidez!
 
No inicio de 2012 decidir tentar o coito programado. Fiz a indução com Puregon, fiz as ultras seriadas, tomei o Ovidrel, ovulei e treinei direitinho, tudo certo, era só esperar o dia de fazer o Beta! Mas infelizmente foi negativo.
Então decidir tentar naturalmente e consultar outros médicos. Consultei outros 2 médicos ginecologistas em Reprodução Humana aqui em Recife: Dr. Arminio Collier e Dr. Claudio Moreira.
                                                

Dr. Claudio me passou outra histerossalpingografia, que o resultado da nova histero deu MUITO parecida com a primeira, então ele me indicou para outra videolaparoscopia ou a FIV, então decidir partir para outra video. Então ele me enchaminhou para o ginecologista Dr. Bruno Leira, fiz os exames pré-operacionais, mas alguns exames deram alterados, mas durante esse processo minha go Dra. Altina C. Branco entrou em contato comigo e perguntou se eu queria ser ovodoadora e minha resposta foi SIIIIM!!       
A receptora irá pagar todo o meu tratamento (incluindo a medicação), que custa em torno de R$15.000,00, a única coisa que pagarei é a transferência dos embriões do laboratório para mim e doarei alguns dos meus ovulos para a receptora.
 
Então tive que fazer alguns exames (HIV, Hepatite, Cultura de secreção vaginal, Cariotipo, entre outros exames)... Tudo de certo, graças a Deus!!
 
Dia 29/12 farei o exame de dosagem de progesterona pra saber se tá tudo ok.
Dia 30/12 começo com as injeções de Gonapeptyl, durante 21 dias.
 
A cada semana relatarei tudo sobre essa minha nova etapa na vida de tentante.
Creio que Deus irá fazer o milagre nascer em meu ventre...
 
 
 
Medicamentos que irei utilizar na FIV:
  •  Puregon 600 UI  R$772,00 (cada ampola) Pode ser utilizada de 05 a 07 caixas.
  • Gonapepityl R$240,00 utiliza 01 caixa
  • Ovidrel R$240,00 utiliza 01 caixa
Ps.: Esta medicação receberei da Receptora.

 
 
Pra quem não sabe o que é Ovodoação acessa aqui: http://endometrioseeinfertilidade.blogspot.com.br/2012/10/ovodoacao.html


Falência Ovariana Prematura: Saiba tudo!!

'Mulheres com o problema tem chances inferior a 10% de engravidar naturalmente.'

 
Falência ovariana prematura ou Menopausa precoce, é quando a menopausa ocorre antes dos 40 anos, mas ela pode aparecer em idades variadas. A menopausa precosa pode acontecer antes da puberdade, a mulher apresentará falha no desenvolvimento sexual e suas menstruações não começarão. Se aparecer após a puberdade, a mulher apresentará ausência de menstruações e infertilidade. O diadnótico pode ser experiência difícil e desagradável para mulher e sua família.
Quando a menopausa ocorre antes dos 40 anos aparente, os médicos preferem identificar o processo como falência ovariana prematura. A falência ovariana prematura pode ter causas genéticas ou ser consequências de uma doença auto-imune como a artrite reumatóide, o lupus e o diabetes.

 
 

 

Causas:

Na maioria dos casos não são identificada as causas, mas as mais conhecidas são:
  • Falha dos ovários no desenvolvimento fetal.
  • Síndrome de Turner, onde os ovários contêm apenas poucos folículos.
  • Problemas genéticos.
  • Anticorpos antiovário; agem contra os ovários.
  • Dano físico ovarioano por infecções.

Sintomas da Menopausa Precoce:
  • Ondas de calor;
  • Suor noturno;
  • Irregularidade menstrual;
  • Ressecamento vaginal;
  • Diminuição da líbido;
  • Incontinência urinária;
  • Alterações da pele e cabelo;
  • Insônia e cansaço.



Chances de engravidar:


A mulher com menopausa precoce apresenta uma chance inferior a 10% de ser capaz de conceber. Suas chances aumentam em até 50% quando é realizada a implantação de óvulos de uma outra mulher no seu útero; a ovodoação. Após eles serem fertilizados em laboratório na técnica de Fertilização In Vitro (FIV).

A doadora deverá passar por um processo de indução da ovulação indicado para o bebê de proveta. Paralelamente, a receptora recebe hormônios que preparam o endométrio para receber os embriões. Enquanto os óvulos se desenvolvem na doadora, o endométrio da receptora fica mais espesso a cada dia. Quando os óvulos da doadora forem aspirados, parte deles serão encaminhados para a receptora, sendo fertilizados com o sêmen do próprio marido. A seguir os embriões são transferidos para cada uma das pacientes.




 Fontes: