A síndrome pré-menstrual (SPM), também designado por tensão pré-menstrual (TPM), é um termo usado para descrever uma vasta série de sintomas que afectam muitas mulheres durante a segunda metade do ciclo.

A SPM inclui toda uma série de sintomas e estima-se que até 75% das mulheres sofram um ou mais desses sintomas todos os meses. Esses sintomas podem incluir:

  • peito sensível
  • depressão
  • ansiedade
  • dores de cabeça
  • cansaço
  • irritabilidade e agressividade
  • abdómen inchado
  • desejo de certos alimentos
Os sintomas da SPM são mais notados por mulheres na casa dos 20 e 30 anos, embora todas as mulheres menstruadas sejam susceptíveis à SPM. Para a maioria das mulheres, os sintomas causam apenas dificuldades ou desconforto suave a moderado, embora a SPM possa ser grave em alguns casos. A isto chama-se transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM).


O que causa a SPM?

Provavelmente, a SPM é a resposta do organismo à alteração dos níveis hormonais associada ao ciclo menstrual, embora ninguém saiba realmente a verdadeira causa. Também se pensa que a SPM pode ter a ver com alterações químicas no cérebro e que uma dieta pode ter algum impacto (sobretudo alimentos salgados e bebidas com cafeína).


Como posso saber se tenho SPM?
Há várias maneiras de diagnosticar a SPM, mas não há nenhum teste definitivo para tal. Existem também outros problemas médicos com sintomas semelhantes aos da SPM, pelo que deve consultar o seu médico para esclarecer quaisquer dúvidas que estejam a preocupá-la.

Para ajudá-la a si ou ao seu médico a diagnosticar a SPM, vale a pena manter um diário durante 3 ou 4 meses onde sejam anotados todos os sintomas físicos e mentais que possa ter sofrido, juntamente com as datas dos períodos menstruais. É útil tomar nota daquilo que sente no dia-a-dia. Após 3 ou 4 meses, é provável que consiga reconhecer um padrão de sintomas. Embora o padrão possa variar de ciclo para ciclo, as mulheres com SPM têm tendência a notar que os seus sintomas param muito rapidamente assim que o período menstrual se inicia. Outro padrão que pode ajudar o seu médico a diagnosticar a SPM é a ausência total de sintomas numa das semanas do ciclo.



O que posso fazer para aliviar os sintomas?

Há uma série de opções à sua disposição para aliviar os sintomas, mas pode ter de fazer algumas experiências e enganar-se algumas vezes, até encontrar o método ideal para o seu organismo.

Alguns dos procedimentos mais directos que têm mostrado ser uma boa ajuda, são beber muita água e fazer uma dieta equilibrada. É boa ideia ingerir muita fruta e vegetais frescos e reduzir a quantidade de sal, açúcar e alimentos processados. Muitas mulheres acham que evitando a cafeína (que entra na composição de chá, café e cola) e o álcool, quando têm SPM, podem reduzir alguns sintomas. Tomar suplementos de vitamina B6 e óleo de onagra tem sido igualmente sugerido como um meio possível de reduzir os sintomas do SPM.

Praticar exercício físico regular também pode ajudar, principalmente porque o exercício reduz o stress e a tensão e pode levantar z moral. Se sofre de SPM, verá que andar a pé, nadar e correr reduz os sintomas – experimente fazê-lo durante 30 minutos, 3 vezes por semana.

Se estas simples mudanças de estilo de vida não a ajudarem a gerir a SPM, o seu médico pode receitar-lhe a pílula contraceptiva que tem dado resultado. O seu médico pode também considerar outras terapêuticas hormonais e, no caso de SPM extremo, prescrever-lhe antidepressivos

Seja qual for a sua experiência com a SPM, é útil entender mais sobre os sintomas que a afectam e saber que sintomas são esses.



Deixe um comentário