A inseminação intrauterina (IIU), ou inseminação artificial, é uma técnica que consiste na injeção de espermatozóides selecionados diretamente no útero por ocasião de uma ovulação. Esse tratamento está indicado principalmente para casais em que na pesquisa da causa para sua infertilidade não encontramos grandes alterações, como por exemplo, mulheres que não ovulam corretamente, fator masculino leve ou moderado e nos casos de infertilidade sem causa aparente.





A inseminação pode ser realizada dentro do ciclo natural da mulher ou após a estimulação dos seus ovários com hormônios. A estimulação ovariana compreende o uso de drogas como o citrato de clomifeno, FSH ou hMG separadamente ou em associação para produzir os folículos destinados a ovulação.

Existem evidências que a IIU com estimulação ovariana resulta em taxas de sucesso maiores do que em ciclo não estimulados. Quando utilizamos ciclos estimulados às complicações mais frequentes são a gravidez múltipla e a síndrome de hiperestimulação ovariana.


Deixe um comentário